20/09/2013

Helen Katrônica - Parte I

Sonny para de ser diwo kagahjdgjhsa
Oi meus lindos, queridos, perfeitos e diwos <3
Estou muito feliz pelos comentários positivos na minha postagem de apelo, eu pensei que não chegaria a 4 comentários ;u; obrigada, to me sentindo amada HUE <333 Bom, como a pessoa aqui não tem imaginação, o nome da história da Helen ficou com o nome dela mesmo e_e E, ela no PC vai surgir BEEEM depois desse post, adivinha? Preguiça.


Parte I - O princípio
Dês de quando eu nasci, como os pré-atomianos falam (eu fui criada, acho que é isso mesmo) eu comecei a estudar na EPR, então é muito difícil me desapegar. Lá, eram todos muito rígidos, comecei a aprender o que sei com apenas 5 meses de existência. Para os pré-atomianos isso seria impossível, mas aqui somos diferentes, temos um lado robótico, os pré-atomianos têm que começar a pensar mais nisso. Sei que isso está chato demais, então vou começar a contar algumas coisas um pouco mais... importantes, talvez. Eu tinha uma amiga, ela se chamava Karen, Karen Trônica, ela era estudiosa, muito estudiosa, nunca teve nenhuma advertência ou qualquer bilhetinho tosco de ter esquecido algum material ou coisa parecida... Bom, pelo menos era... de uns tempos para cá ela mudou bruscamente seu modo de agir, pensar, e outras coisas mais. Não tinha nenhum tiquinho da Karen antiga nela. Ela começou a roubar lanches, depois apostilas, depois começou a colar, parou de estudar, e começou a subornar as pessoas e roubar o dinheiro. Mas foi de um dia para o outro! Eu ainda não sei o motivo, ela foi expulsa, e eu passo o dia inteirinho na escola. Esses dias eu estava caminhando com o meu visor em mãos, até que alguém me deu um leve tapinha no braço e eu acabei deixando cair, e o visor se quebrou. Outro dia, eu estava com o meu capacete no banheiro, vi algo estranho e tirei o capacete para ver o que era, e um alarme tocou, saí correndo e pronto, segunda advertência, expulsão. Eu iria voltar quando começassem as provas, então eu comecei a estudar. Eu estava no meu quarto com a janela aberta, indo pegar o meu livro quando uma leve brisa que passava pela janela foi interrompida, eu automaticamente olhei para trás.
Off : caso não tenha conseguido ver as falas, as falas estarão na história ^^
Estremeci. Era minha tia. Sim, aquela que é procurada por toda estação de segurança da EPR. Ela se apoiou na minha janela e disse :
- Olá querida! Sentiu saudades?
Lentamente, ela olhou em volta, pegou as armas ao lado, e amarrou atrás de si, depois disso, ela apenas pulou a janela sem grande esforço, colocou a mão em seu bolso e com os olhos fechados, aparentemente contente, me disse :
- Fico feliz em revê-la!
Fiquei paralisada, comecei a suar frio, me sentei na minha cama e olhei para as minhas pernas. Coloquei minhas mãos na cabeça, enquanto meu cotovelo estava apoiado nas minhas cochas. Ainda olhando para baixo, perguntei calmamente :
- Como assim "revê-la"? Nunca nos vimos antes!
Ela olhou para o lado contrário ao qual eu estava sentada e andando naquela direção que ela olhava ela riu quase que irônicamente, virou seu rosto para mim e disse :
- Você é esperta! Qualquer outra pessoa não me responderia nada parecido... Parece que escravizar nossa civilização está surtindo efeito, não é mesmo? - ela virou o rosto para onde estava olhando antes, com uma das mãos pegou um dos bastões amarrados nas costas, e girando-o se apoiou nele, colocando uma das pernas atrás da outra.
- Não mude de assunto! Ande! Me diga! - eu falei me levantando bruscamente e olhando para ela com meus pulsos serrados. 
Ela se virou para mim, eu engoli em seco, eu estava aparentemente apavorada. E se entrassem no meu quarto? O que seria de mim? Passar o resto dos meus anos de existência em um cubo com grades? Não, obrigada. Ela amarrou o bastão atrás de si, e pegou uma, o que os pré-atomianos chamam de "maçã", jogou levemente para o alto, segurou a maçã e deu uma mordida na fruta, comendo rapidamente o pedaço, ela segurou firme a maçã e me disse :
- Foi eu que fiz você ser expulsa - falou rapidamente cruzando os braços com um olhar despreocupado em seu rosto, deu mais uma mordida na maçã.
- O-o que?! Como você pôde?! - respondi desesperada, serrando meus dentes e meus pulsos com força, algumas lágrimas começaram a sair dos meus olhos, eu ainda olhava-a.
- Eu também fiz sua amiga mudar. - ela ainda estava com um olhar muito despreocupado no rosto, como se o que acabou de dizer fosse apenas um "Olá", ela deu mais uma mordida na maçã.
Arregalei meus olhos e, ainda chorando, comecei a dizer com força em minha voz :
- Como você consegue?! Como você consegue dizer essas barbaridades que você fez, e ainda ficar com essa expressão despreocupada, como se fosse normal, e ainda comendo tão tranquilamente essa maçã?! - apontei rapidamente para a maçã e, firmemente, olhei para baixo fechando meus olhos - como você pode ter sido tão cruel comigo, e ainda me visitar?!
Ela parou de mastigar o pedaço que estava em sua boca da maçã e olhando para a maçã, me disse :
- Não foram barbaridades, foi o único modo que encontrei de poder conversar com você e esclarecer-lhe tudo o que fiz de errado, eu vim aqui, e te contei sem frescura, diferente do sistema da EPR, eu contei os meus erros, pelas vezes que comi um pedaço dessa maçã. Eu fui verdadeira, eu gosto dessas cicatrizes, elas mostram que nosso sistema não está tão desenvolvido como vocês pensam. Pense melhor, eu não fiz nada de mais. - ela jogou a maçã na minha cama - coma um pedaço dessa maçã para cada coisa que tiver feito errado... 
Ela caminhou até a janela e com um pulo rápido sumiu na escuridão do lado de fora, depois da janela. Fui rapidamente até a janela e me debrucei, eu poderia gritar, mas eu iria me arrepender, fechei a janela e sentei na minha cama. Olhei para a maçã, segurei-a e dei a primeira mordida.
--------------------------------------------------------------------------------
Espero que tenham gostado ^^ qualquer coisa, comentem.
Tive a ideia de fazer a Helen a partir de um texto ~> CARR, Stella, Assombrassustos. São Paulo: Moderna, 1985. p. 25.




Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. MOSSA MOSSA MOSSA E-E
    COM CERTEZA ESSA HISTORIA TA DIWAMENTE DIWASTICA *U*

    ResponderExcluir
  2. Amei a história. Faz ela em OC ou faz um desenho de perfil e colore. Ela é muito linda.

    ResponderExcluir
  3. U-U TÁ DIWANDO,MUITO BOA A HISTÓRIA,VÊ SE FAZ LOGO A PARTE 3,TÁ.Kisses >3<.


    Inessa

    ResponderExcluir
  4. MDS A HIS TA MUITO BOA MOSSA
    Continua E-E

    ResponderExcluir

Evite discussões, não queremos brigas nos comentários;
Críticas positivas serão muito bem-vindas!
Pedidos para ser postador serão ignorados ou excluídos;
E agradecemos pelo seu comentário!


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©